sexta-feira, 5 de abril de 2013

Máquina de costura doméstica é lançada.


        Um instrumento fundamental na indústria da moda é, sem dúvida a máquina de costura. Existem muitas marcas no mercado, boas e ruins, mas você sabe onde elas surgiram?
      Em 1755, um alemão chamado Wiesenthal patenteou uma agulha de ponta dupla - um avanço fundamental. Um francês, Barthélemy Thimonnier,  em 1829-1830 criou uma das primeiras máquinas de costura e em pouco tempo recebeu uma grande encomenda de  máquinas que seriam destinadas a  produção de uniformes para o exército. Começou ainda, a produzir máquinas de costura, porém sua fábrica foi destruída por hordas de alfaiates, que ganhavam a vida costurando à mão. Em 1846, um americano chamado Elias Howe patenteou uma máquina que era usada por um fabricante de carpetes lindrino.
      Um único modelo sobreviveu  a destruição e  então Thimmonier resolveu levá-la  de volta  a sua cidade  a pé. No caminho ele exibia a máquina  como  curiosidade e recebia alguns centavos em troca. Em 1845, o sucesso parecia estar de volta, quando recebeu de M. Magin  uma oferta  para  fabricar  seu  último  modelo  em série.
      Construídas inteiramente de  metal, as  máquinas  eram capazes  de dar  200 pontos por  minuto, e  tinham  grandes  possibilidades  de fazer sucesso, mas a  multidão interveio e novamente destruiu  tudo. 
      Isaac Merrit Singer, no ano de 1850, Singer conheceu, na oficina de Orson Phelps, uma máquina de costura. Ao analisar cuidadosamente o seu funcionamento, sugeriu modificações que revolucionaram sua fabricação. Em onze dias, estava pronta a primeira máquina de costura realmente eficiente. Singer solicitou uma patente em 1851 e continuou a melhorar sua máquina até sua morte, em 1875, aos 63 anos. 
         Em 1851, Singer fundou a companhia Singer, que inicialmente enfrentou sérios problemas para introduzir seu produto, pois o público não acreditava que a máquina funcionava corretamente. Mas, aos poucos, o produto foi ganhando credibilidade. Isaac Merrit Singer, mecânico de Nova York, obtem em 12 de agosto de 1851, uma patente para a primeira máquina de costura de uso doméstico. Ele conquistaria o primeiro prêmio na Exposição Universal de Paris de 1855. A generalização da máquina de costura transformaria até o modo de se vestir tornando possível a supremacia do ‘prêt-à-porter’ em detrimento do ‘sob medida’. 

         Em 1850, Singer criou uma máquina eficaz e prática, acionada por um pedal e com uma agulha que se movia para cima e para baixo, em vez de correr para um lado e para o outro. Mas ele logo se viu envolvido em processos judiciais por quebra de patente movidos por Elias Howe e outros inventores. A "guerra da máquina de costura" chegou ao fim em 1856,. e Singer, um homem de negócios implacável, se estabeleceu de forma dominante e lucrativa. Singer também teve uma vida amorosa complicada, Supõe-se que ele tinha sido pai de 28 crianças. Quando morreu em 1875, seu patrimônio era de mais de 13 milhões de dólares. Sua companhia produziria as primeiras máquinas de costura elétricas em 1889.  
          Hoje, o nome Singer é praticamente sinônimo de máquinas de costura, porém houve outros pioneiros na área antes de Isaac Singer criar a primeira máquina funcional que as pessoas podiam comprar para suas próprias casas. 

“Depois do arado, esta máquina de costura é talvez o instrumento mais abençoado da humanidade.” (Lois Antoine Godey, 1856)”


“Ela é uma das poucas coisas úteis já inventadas. (Mahatma Gandhi, líder hindu, quando na prisão aprendeu a costurar em uma máquina SINGER)”


    Veja algumas das primeiras máquinas feitam em escala industrial:





Veja como é o feito o ponto na máquina de costura reta simples:
 
Espero que tenham gostado, e até a próxima! Fonte: 1001 dias que abalaram o mundo

Nenhum comentário: